ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Terca-Feira, 21 de Setembro de 2021

14/09/2021 | 19:45:07

Categorias de base do basquete masculino voltam aos treinos

Equipes sub-15 e sub-17 da ABA retomaram suas atividades após interrupção por conta da pandemia

Categorias de base do basquete masculino voltam aos treinos

Foto: ABA

Na última semana, a Associação de Basquetebol de Araraquara (ABA) retomou suas atividades após uma interrupção que vinha desde março do ano passado por conta da pandemia da Covid-19. Por enquanto, foram reiniciados os treinamentos com as equipes sub-15 e sub-17, que aguardam a definição sobre as próximas competições.

Os dois grupos retornam reformulados e por isso sem pensar em resultados imediatos. Desenvolvido por uma parceria com a Prefeitura de Araraquara, através da Secretaria de Esportes e Fundesport, o trabalho conta com o comando técnico dos professores André Carrascoza, Guilherme Camargo e Matheus Paulillo, que vêm realizando trabalhos físicos e técnicos.

O treinador André Carrascoza, que possui experiência em equipes de base e adultas, inclusive com passagem pelo Sesi Araraquara na Liga de Basquete Feminino (LBF), chega para fortalecer ainda mais o projeto. "Estou muito feliz por voltar a trabalhar com categorias de base. Depois que saí do basquete feminino, eu fiquei só com Escolinha e veio a pandemia na sequência, por isso fiquei afastado das equipes de competição. Então fico muito feliz de voltar às equipes de competição, de poder ajudar a ABA, porque eu já trabalhava com a ABA no projeto Sonhando Alto há seis ou sete anos. Eu já tive a experiência de basquete masculino de 2008 a 2013, quando eu estava nas categorias de base do Sesi. Isso ajuda bastante, porque tenho conhecimento de como funciona o basquete masculino. Trago a experiência dos últimos anos em todos os níveis e espero contribuir com a formação dos meninos, para podermos fazer um trabalho a longo prazo para futuramente voltarmos com o basquete masculino forte na cidade", salienta o técnico.

Segundo a ABA, 95% dos atletas das categorias de base vêm do Projeto Sonhando Alto, que utiliza o basquetebol para promover a educação e a inclusão social. Para André, a maior preocupação no momento é deixar os garotos em condições de jogo. "Nosso time será composto por meninos da cidade, com apenas um de fora, mas que vai morar na cidade. Estamos fazendo essa reestruturação porque faz um ano e meio que eles não jogam, apesar de que o projeto Sonhando Alto voltou a funcionar em novembro do ano passado, então os meninos passaram um bom tempo fazendo a parte técnica nesse período, sem poder ter exercícios de contato. Agora estamos focando na parte tática para podermos disputar os campeonatos. É uma retomada, só queremos colocar os meninos para voltar a jogar para depois reestruturar toda a parte das categorias de base do masculino", acrescenta o técnico, que mira a disputa da Liga Regional de Ribeirão Preto.



Sonhando Alto

Desenvolvido através da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte com cunho social-esportivo, o Projeto Sonhando Alto é uma iniciativa que trabalha com crianças e jovens de 7 a 19 anos, além de atuar também com alunos especiais da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

O projeto atende mais de 500 alunos e a única exigência é de que cada jovem deve estar matriculado na escola, seja pública ou particular, já que existe acompanhamento da frequência escolar. Além da Prefeitura, a ABA conta com o apoio de seus patrocinadores: Bebidas Poty, DrogaVen, Unicesumar e Unimed. Para quem quiser participar ou apoiar o projeto, o telefone de contato é (16) 3472-5505.

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se j?for cadastrado, ?s?

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2017 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados