ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Domingo, 22 de Julho de 2018

11/07/2018 | 03:45:10

Consciência e informação marcam Sipat da Câmara Municipal em 2018

Palestras abordaram qualidade de vida dentro e fora do trabalho

Mais uma Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) de sucesso encerrou-se na sexta-feira (06) no Plenarinho da Câmara Municipal. “Nosso objetivo foi conscientizar os funcionários sobre vários assuntos relacionados à saúde e ao bem-estar em geral, porque a prevenção é o melhor caminho para evitar acidentes no trabalho e em casa”, explica Carlos Eduardo Benedicto, presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa).

A Sipat começou com orientações sobre “Saúde Bucal” com a mestre e doutoranda em Reabilitação Bucal Maria Silvia Rigolin, que mostrou como a saúde geral começa pela boca. “A higiene bucal é a melhor arma para a manutenção da saúde”, diz a dentista, que enfatizou a importância de fatores como escovação, alimentação saudável, visitas regulares ao dentista e abandono de maus hábitos, como o fumo.

No segundo encontro da semana, os funcionários recordaram a importância da atividade física, inclusive no ambiente profissional, para manter a saúde. “Passamos muito tempo no trabalho, acumulando tensões. A atividade física, unida a uma alimentação saudável e ao autoconhecimento, formam o tripé da qualidade de vida”, aponta o educador físico Leonardo Sanioto, que ministrou a primeira palestra da tarde. A seguir, o professor, Waster Bonavina, que também é psicólogo e membro da Comissão de Combate ao Assédio Moral e à Discriminação na Prefeitura Municipal de Araraquara, tirou muitas dúvidas sobre o assédio moral. “Nem sempre o que chamamos de assédio é assédio efetivamente. É preciso haver constância para caracterizá-lo”, explica o professor, acrescentando que a irreverência que caracteriza o brasileiro muitas vezes causa situações desconfortáveis. “O limite é o do outro, é quando o outro começa a se sentir desrespeitado com a sua brincadeira.”

Os acidentes de trânsito, largamente evitáveis com bom senso e respeito às regras existentes, foram o tema do terceiro dia, com o instrutor de Segurança do Trabalho Jéferson Moraes, na palestra “Acidentes de Trajeto”. “Dirigir é um privilégio que deve ser exercido com consciência. É preciso saber dirigir para viver. Se conseguirmos conscientizar uma pessoa, ela será multiplicadora para construirmos um trânsito mais seguro para todos”, observa.

O encerramento da Semana ficou por conta da presidente do Grupo de Apoio e Solidariedade ao Portador de HIV (Gaspa), Elenice Carvalho, que discorreu sobre “DST/AIDS – Prevenção e Desconstrução do Preconceito”. A palestrante falou sobre o trabalho da ONG, relembrou a evolução do tratamento da AIDS, explicou a ação dos medicamentos disponíveis e suas reações adversas, que afetam negativamente a qualidade de vida, e reforçou o uso do preservativo como a melhor forma de prevenção. “Nos dias de hoje, o jovem tem a tecnologia, mas não tem a informação e acaba se expondo a riscos. Um problema grave envolve as mulheres, porque o tabu e o preconceito fazem com que elas fiquem muito vulneráveis”, pontua, acrescentando que atualmente há cerca de 850 portadores do vírus HIV em Araraquara que vivem com medo de expor a sua condição. “O HIV é como as DSTs, as drogas e os problemas com o álcool: está bem ali ao seu lado e você não sabe.”

A Sipat foi organizada pela CIPA em parceria com a Escola do Legislativo. O evento é realizado anualmente para promover conhecimento e conscientizar os servidores sobre prevenção de acidentes, saúde e segurança no local de trabalho.

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se já for cadastrado, é só

Publicidade

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2017 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados