ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018

12/07/2018 | 21:11:39

Diversidade Sonora marca o último dia do Araraquara Rock 2018

Shows do domingo serão realizados na Praça Scalamandré Sobrinho, com abertura dos portões a partir das 16 horas

O último dia do Araraquara Rock 2018 é o Dia da Diversidade Sonora e chega com sete bandas de estilos totalmente variados. Atendendo a demanda do público, o local dos shows foi transferido para a Praça Scalamandré Sobrinho, que terão os portões abertos a partir das 16 horas.

O evento promovido pela Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, com o apoio do Sesc Araraquara, tem entrada gratuita, sem necessidade de retirada de ingressos.

O Araraquara Rock 2018 chega sob o lema “Riffs de Todas as Cores” e até o dia 15 de julho, Araraquara vive o rock’n roll, indo do pop-rock ao death metal, juntando e misturando descendentes orientais, africanos, indígenas, europeus! Celebrar a diversidade cultural e étnica no rock brasileiro é a proposta desta edição.

Os shows do domingo terão início com o rock progressivo experimental do Remove Silence e na sequência o grunge rock refinadíssimo do The Crashing Brains. O metal progressivo industrial do Crookhead e a bicampeã da seletiva local, Tessalonica, trazem seu hard core poderoso, ambas representando Araraquara na última noite do Festival.

O metal ópera do Soulspell e o folk metal com os vikings paranaenses do Tandra agitam o público logo na sequência. E fechando a 17ª edição do Araraquara Rock, uma das bandas que mais contribuiu para disseminar a cultura brasileira em vários cantos do mundo, a grandiosa Angra.

Confira mais sobre as atrações do domingo:

 

Remove Silence

A banda Remove Silence foi formada em 2007 por Ale Souza (baixo/vocais) e Fabio Ribeiro (teclados/sintetizadores). A banda se apresentou em festivais importantes como o Araraquara Rock (juntamente com as bandas Inky, King Bird e Paura) , Sampa Music Festival (com NX Zero, Glória, Pagan John), Rock É Solidariedade - MRossi 89 FM (com Ira, Far From Alaska, Ego Kill Talent, Super Combo), Rock Lounge Expo Music - MRossi 89FM (Sioux 66, Supla, Bula, Toyshop), Primeiro Festival da Revista Teclas & Afins (Evento realizado no EM&T). Ainda, houve shows em casas tradicionais do circuito de rock paulistano como o Manifesto Rock Bar, Stage Pub, Super Loft, Ton Ton Jazz, Cervejazul Rock Bar.

 

The Crashing Brains

Banda formada em 2014, e em pouco tempo os quatro integrantes demonstraram um entrosamento que teve como consequência músicas muito bem elaborada, mas sem perder a simplicidade e a energia da velha escola grunge/post-grunge/alternative, com muita originalidade.

Em novembro de 2015 gravaram seu primeiro CD com o produtor Thiago Larenttes (Carinha de anjo, Medrado, Arnaldo Sacommani) e, dois anos depois, o álbum de estréia “Premeditated”, em 2017, de forma independente. Em sua atual formação, a The Crashing Brains tem no vocal, André Barbosa, na guitarra Alef Silva, no contrabaixo Marcky Moura e na bateria Matheus Rapanha.

 

Crookhead (Araraquara)

A Crookhead é uma banda de metal progressivo de Araraquara, formada em 2015. Sua proposta é trazer as variadas influências de seus membros em uma mistura eclética, porém coesa de elementos do heavy metal, do thrash, death ao metal progressivo.

 

Tessalonica (Araraquara)

Banda paulista formada em 22 de agosto de 1996, a Tessalonica traz uma linha do Hard Core ao Metal Core, mencionando em suas letras um verdadeiro protesto contra a política, a religião e o sistema do mundo a fora no qual tem afundado ainda mais a humanidade. A banda visa atitude e resistência contra o sistema, trazendo sempre uma mensagem positiva com protestos. O nome Tessalonica vêm da Grécia antiga, sendo ali mencionadas grandes batalhas e grandes guerreiros.

Tessalonica composta por cinco integrantes; Marcel Giandoni (vocal), Álvaro Jhopar (contrabaixo), Flávio Ferreira (guitarra), Bell Soarez (bateria) e Caio Rocha (guitarra).

 

Soulspell

O projeto Soulspell Metal Opera teve início em 2006, fundado pelo baterista e compositor paulista Heleno Vale. A banda é pioneira no estilo Metal Ópera no Brasil e uma das únicas bandas de rock do mundo a contar com sete vocalistas ao vivo num mesmo palco.

Seu show teatral retrata a história fictícia contada em seus álbuns e é repleto de passagens marcantes que transitam entre trechos suaves de piano e duetos de vozes femininas, a pesados e tensos corais com guitarras distorcidas.

A banda possui quatro álbuns lançados mundialmente: “A Legacy Of Honor” (2008), “Labyrinth Of Truths” (2010), “Hollow’s Gathering” (2012) e “The Second Big Bang” (2017).

 

Tandra

O Tandra, banda de Folk Metal de Curitiba, combina o peso das guitarras de sete cordas, baixo e bateria, com as melodias do acordeom e da flauta. As músicas misturam a cultura Celta e Viking com traços de Death metal melódico e progressivo, buscando trazer uma temática ainda pouco explorada no metal brasileiro.

 Formada em 2012 na cidade de São Bento do Sul – SC, a banda passa agora por uma nova fase com o foco em composições próprias, buscando fortalecer a cena autoral do rock/metal no Brasil.

 

Angra

Angra - nome que significa "deusa do fogo e da beleza" na mitologia tupiniquim, também significa uma pequena enseada ou baía usada como porto natural (como em Angra dos Reis). Além disso, o nome também foi escolhido para a banda por se parecer com o adjetivo “angry”, que, em inglês, significa "raivoso".

Para o Araraquara Rock, a banda vem com sua atual e matadora formação que conta com o italiano Fabio Lione (voz), Rafael Bittencourt (guitarra/voz), Felipe Andreoli (baixo), Marcelo Barbosa (guitarra) e Bruno Valverde (bateria). O show faz parte da turnê de lançamento do 9º disco de estúdio do Angra, intitulado ØMNI – trabalho que tem a proposta de contar uma história que conecta todas as histórias contadas nos discos anteriores do Angra.

A banda brasileira de power metal foi formada na cidade de São Paulo em 1991, com a proposta de fundir a agressividade do heavy metal, os ritmos étnicos brasileiros e a sofisticação da música erudita; e já vendeu aproximadamente mais de 5 milhões de cópias pelo mundo.

O estilo do Angra é associado ao power metal, mas em alguns de seus álbuns possuem um estilo pouco diferente. A banda também sofre influencia da música neoclássica da cultura indígena brasileira - usando artifícios e instrumentos indígenas em suas músicas - e também da música sinfônica em geral.

 

 

SERVIÇO:

Araraquara Rock 2018

 

  •   Domingo (15 de julho) – abertura dos portões: 16 horas

Local: Praça Scalamandré Sobrinho (Rua Mauro Pinheiro, 75-511 - Vila Ferroviária / em frente à Arena da Fonte)

Shows: Remove Silence, The Crashing Brains, Crookhead, Tessalonica, Soulspell, Tandra e Angra

 

Grátis

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se já for cadastrado, é só

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2017 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados