ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Sexta-Feira, 26 de Abril de 2019

11/02/2019 | 23:03:17

Mutirão contra a dengue na região do Parque São Paulo recolhe 24 toneladas de materiais

Araraquara tem 1.273 casos confirmados da doença em 2019, ultrapassando o registrado em todo o ano passado

Mutirão contra a dengue na região do Parque São Paulo recolhe 24 toneladas de materiais

Foto: Celso Luís Gallo

O mutirão de combate aos criadouros do mosquito da dengue (Aedes aegypti) realizado no último sábado (9) pelas equipes da Vigilância Epidemiológica recolheu 24 toneladas de materiais inservíveis na região do Parque São Paulo e do Jardim Pinheiros.

Desta vez, o mutirão por Jardim Pinheiros, Jardim Santa Clara, Jardim Ana Adelaide, Vila Joinville, Jardim América, Vila Vieira, Parque Gramado, Altos de Pinheiros, Parque São Paulo e Parque dos Sabiás. A primeira edição, no dia 2 deste mês, teve foco na região da Vila Xavier, com 22 toneladas de materiais recolhidas.

Em números atualizados nesta segunda-feira (11) pela Vigilância Epidemiológica, Araraquara chegou a 1.273 casos confirmados de dengue em 2019, o que já ultrapassa os 1.131 casos de todo o ano passado.

E a participação da população no combate aos criadouros é essencial. Durante o mutirão, no Parque São Paulo, um terreno foi encontrado cheio de lixo e materiais como madeira, plástico e ferro. Uma máquina da Prefeitura entrou no local para fazer a limpeza. O trabalho foi acompanhado pelo prefeito Edinho, pelos vereadores Toninho do Mel (PT) e Paulo Landim (PT) e por gestores da área da Saúde.

“Muitos criadouros foram encontrados neste terreno. Nós arrombamos e entramos no terreno para tirar as toneladas de lixo e criadouros. É mais um terreno em total situação de abandono pelo proprietário. A Prefeitura faz a coleta regular do lixo, mas encontramos sacos de lixo domiciliar jogados em terrenos”, disse o prefeito.

“Se a população não tiver consciência, é muito difícil nós derrotarmos o mosquito da dengue. Não é possível que a gente encontre situações como essa, de uma pessoa que acumule materiais em um terreno. Não é possível jogar lixo domiciliar em terrenos baldios. É impossível a Prefeitura colocar um fiscal dentro de cada casa”, afirmou Edinho.


Balanço
A secretária de Saúde, Eliana Honain, faz um balanço positivo do mutirão do último sábado, mas também reforça que a atuação da população no dia a dia é essencial no combate à dengue.

“A gente retirou bastante material, mas vê ainda muita coisa pelas ruas. A população tem ajudado em relação ao mutirão, mas, no dia a dia, a gente ainda precisa da colaboração das pessoas para não deixarem lixo espalhado pela cidade e colocarem em locais adequados”, afirma a secretária.

O mutirão continua neste sábado (16), das 8h às 12h, mas desta vez em outra região da cidade que ainda será definida pela Vigilância Epidemiológica.

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se já for cadastrado, é só

Publicidade

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2017 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados