ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017

30/03/2017 | 22:40:12

Ouvidoria Geral do Município é aprovada

Projeto que fortalece a Controladoria Geral do Município também foi aprovado na sessão de terça-feira (28)

A Câmara Municipal de Araraquara aprovou o projeto da Prefeitura que cria a Ouvidoria Geral do Município, em sessão realizada na terça-feira (28) à noite. A Ouvidoria é um órgão auxiliar, independente, permanente e com autonomia administrativa e funcional, que tem por objetivo apurar as reclamações relativas à prestação dos serviços públicos. 

Isso inclui a administração direta e indireta, como autarquias, fundações e empresas em que o Município tenha participação, além de entidades privadas que operem com recursos públicos na prestação de serviços. Para esse trabalho, deverão ser disponibilizados canais presenciais, por telefone e pela internet para ouvir as demandas da população. 

O ouvidor geral do Município será escolhido entre os servidores públicos municipais efetivos e estáveis que possuem nível superior de escolaridade e, no mínimo, cinco anos trabalhando na administração. O mandato é de três anos, sendo permitida uma única recondução ao posto. O corpo administrativo da Ouvidoria também será formado por cinco assistentes de ouvidoria escolhidos pelo prefeito.

 

Controladoria

A Câmara também aprovou o projeto de lei que fortalece o trabalho da Controladoria Geral do Município, que passa a contar com dez integrantes. Todos irão responder diretamente ao prefeito, não sendo mais subordinados a alguma secretaria. 

A intenção é que a Controladoria se torne uma auditoria interna que fiscalize todas as questões técnicas (contratos, convênios, licitações, obras, compras, receitas, folha de pagamento, entre outros). 

“Mais uma vez, a Câmara esteve comprometida com interesses públicos e aprovou os projetos de autoria do Executivo, possibilitando o avanço no modelo de governança em Araraquara, seja a partir do acesso da população à busca de maior eficiência das políticas públicas por meio de uma ouvidoria pública e independente, ou pela estruturação de um importante órgão de controle interno como a Controladoria Geral do Município, garantindo maior fiscalização dos atos dos gestores municipais", afirma o prefeito Edinho.

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se já for cadastrado, é só

Publicidade

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2014 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados