ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018

12/09/2018 | 20:53:30

Prefeito sanciona sete leis aprovadas pela Câmara Municipal

Projetos foram elaborados pelo presidente da Câmara, Jeferson Yashuda (PSDB), e pelos vereadores Tenente Santana (MDB), Elias Chediek (MDB) e Zé Luiz (PPS)

Prefeito sanciona sete leis aprovadas pela Câmara Municipal

Foto: Paulo Mantoanelli

O prefeito Edinho sancionou nesta quarta-feira (12), na sala de reuniões da Prefeitura, sete projetos de lei aprovados pela Câmara Municipal e idealizados pelos vereadores Jeferson Yashuda (presidente da Câmara, do PSDB), Tenente Santana (MDB), Elias Chediek (MDB) e Zé Luiz (PPS).

O projeto de Yashuda institui no calendário oficial de eventos do Município a campanha “Maio Amarelo”, a ser celebrada anualmente. O objetivo é chamar a atenção da sociedade sobre os altos índices de mortes, feridos e sequelas permanentes em decorrência dos acidentes de trânsito.

O presidente da Câmara destacou o alto número de multas aplicadas por agentes de trânsito ou emitidas por radares, devido à imprudência dos motoristas e pedestres e ao desrespeito às leis. “A gente conta com a Prefeitura para essa conscientização e educação no trânsito”, explicou Yashuda.

Tenente Santana teve sancionado o projeto de lei que denomina como Rua Coronel PM Rui Lazarini a via pública conhecida como Rua “A” do loteamento Quitandinha 2, com início na Avenida “C” e término na Avenida “D”.

Nascido em Tabatinga, Rui Lazarini chegou a Araraquara no início da década de 1970. Dentro do 13º Batalhão da Polícia Militar, alcançou o posto de tenente coronel. Foi casado com Zélia, com quem teve três filhos. O coronel Rui Lazarini faleceu em abril de 2017, aos 68 anos.

“O Rui tinha o respeito e a admiração de todos os policiais, do soldado até o major”, afirmou Santana. O comandante do 13º BPM/I, tenente-coronel Adalberto José Ferreira, disse que Rui Lazarini foi um ícone. “Um exemplo para nós do batalhão. Tudo o que ele defendia nós levamos até hoje”, explicou.

Mais projetos
Três projetos de lei de Elias Chediek (MDB) também foram sancionados. O primeiro denomina Avenida Dorothy Thereza de Queiróz Cardoso a via pública conhecida como Avenida “C”, do loteamento Quintandinha 2, com início na Rua Álvaro de Souza Pinheiro e término na Rua Comendador Helio Morganti.

Dorothy Thereza de Queiróz Cardoso nasceu em Araraquara, em 1930. Começou a trabalhar aos 15 anos, como auxiliar de escritório na Estrada de Ferro Araraquara, onde ficou por 32 anos. Advogada por formação, destacou-se no jornalismo local, com passagens por jornal O Imparcial, Rádio Morada do Sol e jornal do Sindicato Rural, entre outros. Também foi relações públicas da Beneficência Portuguesa, assistente de divulgação da Fundart e tesoureira do PPS. Dorothy morreu em maio de 2017, aos 87 anos, deixando quatro filhas, genros, netos e bisnetos.

O segundo projeto de lei denomina como Francisco Humberto Nigro o dispositivo viário e a área verde 06, localizados na confluência da Rua Tunematu Kanesiro com a Avenida Doutor Dyrson de Oliveira Abbade, no loteamento Residencial Campos de Piemonte.

Francisco Humberto Nigro nasceu em Itápolis, veio com seus pais para Araraquara na década de 1940 e aqui construiu a sua vida como empresário. Também foi um dos fundadores do Aeroclube de Araraquara e do antigo clube 9 de Julho. Foi casado com Maria Piedade da Silva, com quem teve quatro filhos, seis netos e dois bisnetos. Chico Nigro morreu em outubro de 2017, aos 92 anos.

“Ambos foram figuras de destaque na nossa cidade. Dorothy como uma jornalista exemplar, e Francisco Nigro, um empresário e gestor muito competente”, destacou Chediek.

O terceiro projeto institui e inclui no calendário oficial do município o “Dia Mundial do Doador Voluntário de Sangue”, a ser comemorado anualmente em 25 de novembro. “Precisamos realizar ações de conscientização para que os cidadãos doem sangue com mais frequência, pois esse gesto salva vidas”, complementou.

Na solenidade, ainda foram sancionadas duas leis do vereador Zé Luiz. Uma delas inclui no calendário de eventos do município a Semana Municipal da Cultura Gospel, a ser comemorada entre o segundo e o terceiro sábado do mês de maio. O objetivo é fomentar a cultura gospel e eventos de cunho cultural realizados pela comunidade evangélica de Araraquara.

O outro projeto de Zé Luiz institui e inclui no calendário oficial de eventos o “Dia Municipal do Agente Funerário”, a ser comemorado anualmente em 9 de junho. “É uma categoria importante para a sociedade, que está junto das pessoas no momento da dor da perda. Faltava essa homenagem a vocês”, declarou o vereador.

Valorizar o passado
Em sua fala, após as sanções das leis, o prefeito Edinho parabenizou os vereadores pelas iniciativas e destacou que as homenagens e as datas comemorativas são muito justas.

“Nomes de ruas não são leis menores. Precisamos valorizar aqueles que passaram por aqui. Quando valorizamos o passado, valorizamos de onde viemos. Esta foi uma manhã importante de valorização do trabalho legislativo”, salientou Edinho.

Ainda participaram do evento o chefe de gabinete, Alan Silva, e a secretária de Comunicação, Priscila Luiz; agentes funerários, policiais militares ativos e da reserva, além de familiares e amigos dos homenageados pelos projetos de lei.

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se já for cadastrado, é só

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2017 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados