ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020

17/04/2020 | 17:19:11

Secretaria da Educação conta com apenas um psicólogo em seu quadro

Número foi informado em resposta à indicação de alunas de escola estadual apresentada durante Sessão do Parlamento Jovem 2019

Secretaria da Educação conta com apenas um psicólogo em seu quadro

Na Sessão Oficial do Parlamento Jovem 2019, realizada em 14 de novembro do ano passado, as alunas Geovana Maria dos Santos e Larissa Tabata Maione, representando a Escola Estadual “Doutor João Pires de Camargo” e apadrinhadas pelo vereador Delegado Elton Negrini (PRTB), indicaram à Prefeitura o estudo da possibilidade da presença obrigatória de profissionais para atendimento na área de Psicologia nas escolas públicas do município de Araraquara.

Em seus argumentos, as estudantes destacaram que o suicídio é a segunda causa de morte entre os jovens. “Acreditamos que o acolhimento desse profissional seja uma forma direta de contribuir com os alunos para a compreensão do mundo atual e o controle de seus conflitos emocionais, comportamentais e sociais que vivenciam diariamente.”

Para as jovens, a proposta incentivaria uma comunicação mais efetiva e harmoniosa entre professores e alunos, proporcionando um ambiente mais agradável e contribuindo para um melhor desempenho escolar de seus alunos.

Em resposta à indicação, a Secretaria da Educação informou que o Plano Municipal de Educação para o decênio 2015/2025, aprovado pela Lei Municipal nº 8.479, de 17 de junho de 2015, já contempla tal demanda. “No item 4 - Diagnóstico, Metas e Estratégias do Plano Municipal de Educação, nível do Ensino Fundamental, é prevista como estratégia para garantir o alcance da Meta 2 a presença deste profissional em todas as escolas do município.”

A Meta 2 busca garantir a universalização do ensino fundamental de 9 anos para toda a população de 6 a 14 anos e que pelo menos 95% dos alunos concluam essa etapa na idade recomendada, até o último ano de vigência do referido Plano Municipal de Educação.

Para isso, a estratégia seria também garantir a existência e a permanência no quadro de funcionários das escolas de assistentes sociais e psicólogos escolares em todas as unidades, atuando no mínimo 20 horas semanais na unidade de ensino, em pelo menos 50% das escolas, no prazo de três anos, a contar da data de publicação do Plano Municipal de Educação e na totalidade das escolas até o final da vigência do mesmo.

No entanto, a pasta explicou que, no âmbito da Secretaria Municipal da Educação, não foi possível até o momento atender o previsto na referida meta. “Vale ressaltar que no quadro de servidores desta Secretaria, que atuam com os alunos da rede municipal de ensino, há um psicólogo lotado na sede, além de assistentes educacionais pedagógicos (pedagogos – orientadores educacionais) lotados nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental”, finaliza a nota.

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se j?for cadastrado, ?s?

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2017 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados