“Noite Insolente” marca encerramento do FIDA nesta sexta (30) no Museu Ferroviário

Performances, capoeira, música, feira de artesanato e gastronomia estão na programação gratuita que tem início às 19 horas

29/09/2022 - 19h29

O FIDA – Festival Internacional de Dança de Araraquara se encerra nesta sexta-feira (30) com a “Noite Insolente” no Museu Ferroviário Francisco Aureliano de Araújo, a partir das 19 horas. A confraternização gratuita reunirá diversas atividades, com performances, capoeira, música e feira de artesanato e gastronomia. 


A programação do FIDA 2022, realizada pela Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, com apoio do Sesc Araraquara e FCL-Unesp Araraquara, começou no último dia 21 de setembro, tendo como proposta temática: "Quando Insolentes Dançam...", com toda a programação gratuita. 


Um dos destaques da noite é a apresentação do moçambicano Jorge Ndlozy, da Taanteatro Companhia, com o solo “Chissano - rito para Mabungulane”, em uma concepção de Wolfgang Pannek e Jorge Ndlozy. Situado na interseção entre dança e escultura, “Chissano – rito para Mabungulane” é um solo coreográfico inspirado pela vida-obra do mais influente escultor de Moçambique, Alberto Mabungulane Chissano (1935 – 1994). A obra de Chissano, criada durante a década da Guerra de Independência de Moçambique (1964 a 1974) e durante a Guerra Civil (1975 a 1992), reflete a luta, o sofrimento e as realizações de seu povo. 


E a “Tocaya” está garantida na sexta! Tocaya - a festa de música brasileira que acontece em Araraquara desde 2017 - é parte da “Noite Insolente” e leva para o FIDA 2022 um repertório de músicas que convidam as pessoas para dançar e celebrar as vozes insolentes de nossa cultura, colocando em destaque elementos da causa indígena e ambiental, a luta das mulheres por direitos e igualdade social, bem como questões de raça, gênero e classe. A festa tem a participação dos DJs residentes Roze e Micheletti, DJ Neo Ferreira como convidado e performance de Ahigor como pernalta.

A Associação Sol da Liberdade, com direção de Mestre Zezinho (José Gomes Sobrinho), realiza apresentação de capoeira com jogos, conduzida por cânticos e instrumentos específicos de cada linguagem, coreografias de Maculelê, Dança-afro e roda Coco de Umbigada, tradições afro-brasileiras que agregam valores e reflexões sobre pertencimento, valorização e reconhecimento. 


A apresentação de Capoeira conta com a participação de: Marcelo F. Sousa, Lucas Gomes, Tauane M. Santana Gomes, Ana Julia Santana, Ana Vitória Torres, Weslen Aparecido Santana, Giovana Maria Caturelli, Sofia Delforno, Manoel Antônio, Ana Clara Brasileiro, Vitória Dias, Jhenifer Xavier Amorim, Uanderson Aparecido Silva, Alan Santos Gomes, Alan Roger Fernandes, Luiz Matheus Reld, João Pedro Theodoro e Adriano Rodrigues Santos. 


Também a exposição “Povos Originários - Os Caminhos da Memória” é atração da Noite Insolente. Com desenhos a carvão e a lápis, carvão sobre papéis de fibras vegetais diversas, o autor Marcos Costa de Freitas (GO) reconstrói imagens esquecidas, estudando povos que preservaram seus modos de vida até a atualidade. 


Aparência física, cultura, adereços, pintura corporal - entre outras - são referências usadas de forma comparativa para intuir ou reconstituir a imagem dos povos ancestrais. A exposição retrata esse processo, mas ainda é um trabalho em estágio inicial, desprovido de elementos conclusivos. 


Por fim, a Feira de Artesanato e Comidinhas veganas e vegetarianas, traz a participação de: Acaizeiro, Bike Café Coffee Taste, Bolaria do Du, Miúsa Flor Brechó, Cerveja Papilas, Coletivo COLE SA - Autores de Araraquara, Coletivo Ê.mana Artes, Guapo, Kombi Nazira - Márcia Gibran, Olhar Atravessado Camisetas, Pastéis Maju, Piruá Gravuras, Plantas de Cultura, Quitutes Veganos, Sam Records (Sebo de Vinil) e Sorveteria Pitanga. 


Vale destacar que o Coletivo Ê.mana Artes leva 14 marcas autorais e artesanais em sua mesa, além da participação de: Nerdcook, No de Maria, Banah Ateliê, Gigi que Fez e Geleias do Bem. 


O Museu Ferroviário Francisco Aureliano de Araújo está localizado na Rua Antônio Prado, s/nº, no Centro de Araraquara.

 

SERVIÇO:

FIDA apresenta “Noite Insolente”

Local: Museu Ferroviário Francisco Aureliano de Araújo (Rua Antônio Prado, s/nº - Centro)

Data: sexta-feira (30 de setembro)

Horário: 19 horas

 

Programação:

Coletivo Tocaya

Associação de Capoeira Sol da Liberdade

Performances insolentes

Solo “Chissano - rito para Mabungulane”, com Jorge Ndlozy (Taanteatro Companhia/ Moçambique)

Feira de Artesanatos e Alimentos

Exposição “Povos Originários - Os Caminhos da Memória”

 

Grátis