Orquestra Carlos Gomes faz concerto marcado pela emoção no CEAR

Vice-prefeito Damiano Neto acompanhou apresentação no último sábado (19)

Fotógrafo: Luciane Tucci/Colaboração
21/11/2022 - 20h05

Na noite do último sábado (19), a Orquestra Sinfônica Carlos Gomes apresentou um concerto que emocionou as pessoas que marcaram presença no Centro de Eventos de Araraquara e Região (CEAR) e que puderam contribuir com a doação de alimentos não perecíveis. O concerto foi uma realização da Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo, com o apoio cultural da Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, e Sicredi.

O vice-prefeito e secretário do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Damiano Neto, foi um dos responsáveis por trazer a apresentação para Araraquara, juntamente com Jorge Anisio Haddad, grão-mestre da Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo, e Carmine Brasil Tucci Neto, delegado regional da 15ª Região. "É muito importante para Araraquara receber uma apresentação como essa, tanto pelo aspecto social, pois foi um evento que serviu para arrecadar alimentos que serão revertidos a famílias em situação de vulnerabilidade por meio do Fundo Social de Solidariedade, assim como pelo aspecto cultural, pela qualidade da orquestra e pelo momento que estamos vivendo", comentou.

Damiano fez questão de enaltecer as pessoas que trabalharam pela realização do concerto. "Aproveito para agradecer às pessoas que ajudaram a trazer esse espetáculo para a cidade, agradecer ao prefeito Edinho, que sempre apoia iniciativas como essa, e deixar minha gratidão à equipe da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, na figura da Teresa Telarolli", mencionou.

Jorge Anisio Haddad falou sobre as ações sociais promovidas pela maçonaria. "Estamos presentes em mais de 240 cidades do estado de São Paulo, somente a Grande Loja, sem contar as outras, que somariam quase 400 lojas. Somos formados por 22 irmãos e a maioria participa de instituições de caridade. É muito importante o trabalho que fazemos perante a sociedade", salientou.

Fundada em 2009, a Orquestra Sinfônica Carlos Gomes tem como objetivos a formação de novos músicos e a difusão da Música Erudita, com repertório de obras que transitam por diversos períodos da música, desde o barroco ao clássico, do romântico ao contemporâneo, além de hinos pátrios e óperas. A Orquestra, regida pelo Maestro Ricardo Rossetto Mielli, leva o nome em tributo ao principal compositor do Brasil no século XIX, Antônio Carlos Gomes (1836 – 1896).

Bach, Albinone, Vivaldi, Purcell, Haendel, Haydn, Mozart, Beethoven, Bizet, Strauss, Verdi, Suppe, Sir Arthur Sulivan, Ippolitov-Ivanov, Carlos Gomes, Nepomuceno, Francisco Manuel da Silva, Yves Rudner Schmidt, são alguns dos compositores já interpretados pela Orquestra Sinfônica Carlos Gomes.

Os concertos da orquestra já foram realizados nas principais Salas de Concertos e Teatros do Estado de São Paulo: Theatro São Pedro, Memorial da América Latina, Teatro Arthur Azevedo, Teatro Martins Penna, Teatro São Bento, Sala Olido, Teatro Coliseu de Santos, Teatro Polytheama de Jundiaí, Teatro Municipal de Cerquilho, Teatro Municipal Brás Cubas de Santos, Theatro Pedro II de Ribeirão Preto, Auditório Claudio Santoro em Campos do Jordão, Festival de Inverno de Amparo, Teatro Municipal Lauro Gomes de São Bernardo do Campo, Teatro Municipal Teotônio Vilella de Sorocaba, Teatro Estadual de Araras Maestro Francisco Paulo Russo, Teatro Municipal de Campinas José de Castro Mendes, Teatro Municipal de São Carlos Dr. Aderico Vieira Perdigão, Cine São José de Brotas, Teatro Municipal Erotides de Campos de Piracicaba, Teatro Liberdade, Museu da Casa Brasileira, Parque da Cidade de Jundiaí, Vila Vicentina de Brotas, Centro Cultural Carlos Alberto Nicolau – São Joaquim da Barra, Circolo Italiano de San Paolo, Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo, Salão Nobre da Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo - além de igrejas, escolas, universidades e diversas Instituições.